Notícias

Trabalhadores da Bridgestone aceitam proposta de acordo salarial

Em assembleia realizada ontem, 12, na fábrica de Santo André da Bridgestone, os trabalhadores aceitaram a proposta de reajuste salarial e PLR  oferecida pela fábrica.

O acordo inclui a reposição salarial de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Também está incluso o valor de R$ 11,8 mil de PLR – R$ 800 a mais do que o último acordo, além do reajuste de 20% no valor do vale-alimentação, que passará a ser de R$ 120.

Apesar dos acordos, o presidente do sindicato, Márcio Ferreira, explica que em razão da ameaça da reforma trabalhista, o ponto mais difícil de negociar com a empresa foi a manutenção da cláusula que impede a terceirização na empresa, que, por fim, foi mantida.

O reajuste do 14º salário foi outro item incluso no reajuste. Cada categoria de trabalhadores deve trabalhar entre 70 horas e 100 horas para ter o direito de recebê-lo, e a proposta aceita aumentou em cinco horas cada grupo.