Notícias

Secretário de Segurança de Santo André fala sobre operação “Força Total” e Consórcio Intermunicipal

De acordo com o secretário de Segurança Urbana e Comunitária de Santo André, Edson Sardano, a partir de agora a Policia Militar e a Policia Civil terão acentos no Grupo de Trabalho (GT) de Segurança Pública do Consórcio Intermunicipal Grande ABC. O secretário afirmou que a não participação das policias na entidade regional era um “absurdo”.

Sardano afirma que “não tinha conversa com a Policia Militar e a Policia Civil que são membros do Estado. A polícia não tinha acento (no GT de Segurança Pública), isso é um absurdo. Agora o Orlando Morando franquiou isso, já vamos conversar com o comando da PM e com a chefia da Policia Civil”, afirmou.

O secretário também falou sobre a primeira operação “Força Total”, integrando as policias Militar e Civil, além da Guarda Civil Municipal (GCM), que aconteceu na última quinta-feira, 26. Esta foi a primeira ação do Comitê Integrado de Segurança (CIS) que fará algumas ações em Santo André a partir de estatísticas criminais do município.

“Muitos podem falar que já viram isso ser feito antes, mas o Comitê vai mudar a relação no sentido operacional. Não havia esse envolvimento íntimo de troca de informações operacionais e de trabalho. Havia muito entrosamento, mas não chegava a resultado algum. Nós fazemos reuniões de trabalho com o prefeito (Paulo Serra, PSDB), o delegado da Policia Civil e o comandante da Policia Militar para decidir as ações que serão feitas na cidade. Com inteligência”, explicou Sardano.