Notícias

Santo André limita funcionamento e define novo horário de serviços essenciais

A Prefeitura de Santo André publicou um novo decreto que reduz o horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais que estão autorizados a funcionar na fase emergencial do Plano São Paulo.

A partir deste sábado (20), os setores que antes poderiam funcionar até as 21h, deverão encerrar as atividades às 19h. As regras valem enquanto durar a fase emergencial, inicialmente prevista para terminar em 30 de março.

Entre os segmentos autorizados a funcionar até as 19h estão Alimentação (supermercados, padarias, açougues, feiras livres, etc), Transporte (estabelecimentos de locação de veículos, oficinas mecânicas, lojas de autopeças e estacionamentos), Abastecimento (distribuição e logística, agroindústria, transportadoras, armazéns e postos de combustível), Segurança pública e privada, Comunicação Social (empresas jornalísticas e de radiodifusão, de som e imagens), Construção Civil e Indústria.

Também podem funcionar até este horário outros serviços como hotéis, lavanderias, serviço de limpeza, de manutenção e zeladoria, bancários, lotéricas, cartórios, correios, call centers e bancas de jornais.

As demais regras da fase emergencial em Santo André não sofreram alteração. Das 22h às 4h, segue restrita a circulação de pessoas e de veículos no município, além da determinação de fechamento dos estabelecimentos comerciais essenciais. Os serviços de delivery podem operar até 0h.

A circulação de ônibus continuará suspensa entre 22h e 4h, durante o período da fase emergencial. Estão autorizados a funcionar irrestritamente apenas serviços de Saúde de urgência e emergência, farmácias, laboratórios, hospitais veterinários e transporte privado de passageiros, como táxi e aplicativos.

Com informações da assessoria da PMSA


Compartilhe!