Notícias

Santo André perde empregos formais pelo 5º mês consecutivo

Depois de vários meses extinguindo postos de trabalho por causa da pandemia do novo coronavírus, o país voltou a criar empregos formais em julho.

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mais de 131 mil vagas com carteira assinada foram abertas no último mês. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões.

Essa foi a primeira vez desde fevereiro em que o emprego formal cresceu no país, mas a realidade em Santo André foi diferente no mesmo período.

Em outra consulta ao Caged, é possível ver que a cidade perdeu 309 postos de trabalho em julho, amargando uma sequência de cinco meses seguidos de aumento no desemprego.

Desde março, mais de 10 mil postos de trabalho foram fechados no município (veja abaixo). O setor que mais contribuiu com as demissões foi o de Serviços.

Imagem: Reprodução / Caged


Compartilhe!