Variedades

A história da Ferrari que apodrece há 14 anos em Santo André

No último dia 21 de julho, o portal UOL publicou uma reportagem sobre a Ferrari Dino 208 GT4 1975 que enferruja em Santo André após ser apreendida em junho de 2006.

Ao longo dos últimos 14 anos, o veículo já foi alvo de diferentes tentativas de recuperação e até de uma tentativa bizarra de resgate, como detalha a publicação.

A Ferrari pertencia ao romeno Ferry Lazar que morreu em 2014, aos 64 anos. Atualmente, seu filho Bruno Richter Lazar tenta reaver o veículo para reformá-lo.

Segundo Bruno, há várias pessoas interessadas em ajudar na restauração, incluindo o apresentador Otávio Mesquita que soube da história e prometeu colaborar.

O desafio esbarra em questões judiciais, no valor acumulado das diárias do pátio (mais de R$ 100 mil) e no alto custo da reforma que, segundo especialistas ouvidos pelo UOL, pode ultrapassar a casa de R$ 1 milhão.

Nas últimas semanas, a Record TV também deu destaque ao caso com reportagens exibidas pelos jornalísticos Fala Brasil e Balanço Geral (veja abaixo).

A reportagem completa do UOL está disponível neste link.


Compartilhe!