Variedades

Moradores alertam para surgimento de escorpiões em Santo André

Com a aproximação do verão, a umidade e o clima quente tornam-se condições favoráveis para a proliferação de escorpiões nos ambientes urbanos.

Ao menos 8 moradores de bairros como Vila Guaraciaba, Jardim Vila Rica e Jardim Irene relataram ao SantoAndré.BIZ que encontraram escorpiões em suas residências.

De acordo com especialistas, é importante adotar medidas como eliminar material de construção, entulho e folhas secas nas proximidades da casa, inclusive no quintal; manter jardins e terrenos baldios limpos; acondicionar o lixo doméstico em sacos plásticos fechados e em recipientes com tampa para evitar proliferação de insetos, principalmente baratas, que é o alimento principal do escorpião.

Vedar frestas, buracos em paredes ou assoalhos, ralos de pias e tanques, afastar a cama da parede e vistoriar roupas e sapatos antes de vesti-los pode auxiliar a evitar acidentes.

Os escorpiões têm hábito noturno e preferem abrigos em locais sombreados e úmidos. Os mais comuns são os do tipo amarelo (Tityus serrulatus) e marrom (Tityus bahiensis), que vivem entre três e quatro anos.

Crianças e idosos são mais sensíveis ao veneno de animal. As reações variam de uma dor leve e inchaço até alterações na respiração e nos batimentos cardíacos e convulsões.

Em Santo André, o desenvolvimento de ações para a prevenção e o controle de pragas é responsabilidade da Gerência de Controle de Zoonoses.

Solicitações de serviços devem ser feitas através do telefone 0800-0191944 (de segunda a sexta, das 8h às 17h).


Veja também:

Concurso público de Santo André segue com inscrições abertas até quarta (08)

Grupo Benassi abre vagas para jovem aprendiz em Santo André

Conheça os nomes mais registrados em Santo André em 2019

Compartilhe!