Variedades

Santo André abre inscrições para Minha Casa, Minha Vida via internet; saiba como fazer

A Prefeitura de Santo André criou uma nova ferramenta na tentativa de organizar e dar transparência à fila de espera por moradias na cidade.

A partir desta quarta-feira, dia dia 2 de maio, os munícipes de baixa renda que precisam de habitação poderão fazer um cadastro pela internet (ou por aplicativo de celular), para participar do programa Minha Casa, Minha Vida.

As inscrições serão realizadas até 30 de setembro neste link.

O Minha Casa, Minha Vida é um programa do governo federal que tem como objetivo promover o acesso à moradia por meio da produção de unidades habitacionais para famílias de várias faixas de renda.

A faixa 1 compreende as famílias com renda familiar bruta de até R$ 1,8 mil. A faixa 1,5 compreende as famílias com renda familiar bruta de até R$ 2,6 mil. Já a faixa 2 compreende as famílias com renda familiar bruta de até R$ 4 mil.

Apenas um morador da mesma residência deve realizar o cadastro, incluindo os dados de todos os moradores.

Para se inscrever, o interessado precisa residir ou ter vínculo formal de emprego em Santo André há pelo menos cinco anos a partir da data de abertura do cadastro, não ser proprietário de qualquer imóvel em território brasileiro, não ter sido contemplado anteriormente por qualquer programa habitacional promovido pelos poderes públicos municipais, estaduais ou federal, ter pelo menos 18 anos, não possuir restrição nos sistemas de proteção ao crédito e atender às condições de análise de crédito estabelecidas pelas instituições financeiras.

Além do cadastro online, outra novidade é que os munícipes serão contemplados por sorteio e não mais por ordem de chegada. “Nada mais transparente do que sortear em praça pública toda a produção habitacional dentro das três faixas disponíveis, que a partir desse ano serão produzidas na cidade“, explica o prefeito Paulo Serra (PSDB).