Notícias

Obras de Paranapiacaba realizadas pelo PAC estão paradas

Nove anos depois do anúncio do Programa de Aceleração do Crescimento Cidades Históricas, apenas 20 das 425 obras previstas para 2019 foram entregues. Entre as obras previstas, oito estão localizadas na Vila de Paranapiacaba, distrito de Santo André.

Segundo o secretário da Vila de Paranapiacaba, Ricardo Di Giordio, uma foi entregue, quatro estão em processo de licitação e as outras três estão paradas: o antigo cine lira, segundo cinema do Brasil, o campo de futebol e um imóvel incendiado no complexo do hospital velho. Apesar dos repasses continuarem, Ricardo teme que a situação econômica e o corte dos gastos tenham impacto na execução dos trabalhos de restauração. A obra concluída é a Casa do Engenheiro, onde funciona a Biblioteca da Vila de Paranapiacaba.

O investimento total aos sítios históricos urbanos é de R$ 1,6 bilhão para 44 cidades, mas, segundo Robson de Almeida, diretor do programa no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, os repasses de verbas são feitos de forma muito lenta pelo governo federal, o que causa atraso nas entregas.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que teve início em 2007, é uma inciativa do governo federal coordenada pelo Ministério do Planejamento. O objetivo do programa é a retomada do planejamento e execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética do país.

Compartilhe!