Notícias

Motoristas do transporte escolar das escolas municipais de Santo André entram em greve pelo não pagamento das horas extras

Motoristas responsáveis pelo transporte escolar das escolas municipais de Santo André entraram em greve nesta segunda-feira, 28, em protesto contra o não pagamento de horas extras anunciado pela Prefeitura.

De acordo com o anúncio, nenhum servidor público receberá os valores referentes às horas extras trabalhadas em outubro e novembro deste ano.

Ainda de acordo com as informações, as horas extras de dezembro também não serão pagas e serão convertidas em banco de horas.

O horário de trabalho dos motoristas é das 7h às 16h, mas é comum os profissionais trabalharem além desse horário para dar conta do serviço e conseguir atender as crianças, em especial as deficientes.

A maneira encontrada pelos motoristas para protestar foi passar a cumprir estritamente a jornada de oito horas, sem um minuto sequer a mais. Uma reunião entre representantes dos motoristas e o secretário de Educação, Gilmar Silvério aconteceu nesta segunda-feira, sem avanços.

Os motoristas prometem ir à Câmara de Santo André nesta terça-feira, 29, para protestar contra o não pagamentos das horas extras.

Compartilhe!