Notícias

Bebê torturada em Santo André tem melhora mas continua internada

A bebê de quatro meses, torturada pelos pais em Santo André, tem quadro estável, as lesões na pele apresentam melhora e a criança já não necessita mais de oxigenoterapia ou analgésicos. Ela ainda permanece internada pois recebe antibiótico e alimentação por meio de sonda.

O caso segue em investigação no 3º DP de Santo André.

Os pais da bebê continuam presos e são acusados pelo espancamento da criança. A situação foi descoberta em 21 de outubro por agentes de Saúde. De acordo com a unidade dois do Conselho Tutelar de Santo André, a guarda da menina está com a juíza da Vara da Infância e Juventude da cidade, Soraia Lorenzi Buso Fabretti. O processo segue em segredo de Justiça e não podem ser divulgadas informações se a menina será ou não devolvida para familiares ou se seguirá para adoção.

Compartilhe!