Notícias

Ouvidoria das Polícias pede que MP e Corregedoria investiguem morte de Lucas

A Ouvidoria das Polícias vai pedir para que o Ministério Público e a Corregedoria investiguem a morte de Lucas Luis dos Santos Silva, ocorrida no domingo, 30, em Santo André, na Vila Sacadura Cabral. O rapaz de 21 anos foi morto por uma bala perdida enquanto estava na calçada, conversando com amigos e policiais passaram perseguindo suspeitos.

Julio Cesar Fernandes Neves, ouvidor da Polícia, diz que no Boletim de Ocorrência não é citada a hipótese de que o tiro teria partido de policias, aparece a informação de “autoria desconhecida”, mas fará o pedido para o Ministério Público e para a Corregedoria averiguarem o caso. Julio ainda conta que Lucas não tinha histórico policial.

No Boletim de Ocorrência os policiais contam que estavam passando pela região da Vila Sacadura Cabral e foram atacados com “pedras, paus e vidros”. Um dos policiais ainda conta que estava patrulhando a região em uma moto e que deparou-se com uma pessoa, em uma moto preta, e o mesmo fugiu ao vê-lo.

Os policiais perseguiram o suspeito pelas ruas da comunidade e, segundo o policial, a população tentou derrubá-lo para ajudar a pessoa que fugia na moto. Ele relata que se desequilibrou e continuou a perseguição, mas perdeu o suspeito de vista. Em depoimento, ele ainda negou ter feito qualquer disparo. Os outros policiais que estavam junto também negaram o disparo.

Uma testemunha, moradora do local, confirmou ter visto um rapaz fugindo de moto e os policias perseguindo-o, também viu a população lançar pedras sobre as motos da Rocam e que, logo após, ouviu um tiro, viu Lucas cair no chão, mas não viu de onde veio o tiro. Ela ainda afirma que Lucas apenas passava pelo local e não era ele o rapaz que fugia da polícia.


Compartilhe!