Notícias

Ministério Público denuncia vereadores ‘bispos’ de Santo André e S. Bernardo por nepotismo cruzado

O vereador de Santo André, Ronaldo de Castro (PRB), e o vereador de São Bernardo do Campo, João Batista (PRB), foram denunciados pelo Ministério Público sob acusação de nepotismo cruzado, pois teriam nomeado parentes de primeiro grau no Legislativo um do outro, como troca de favores.

As informações são do jornal Diário do Grande ABC.

Consta no processo que a irmã de Ronaldo, Raquel de Castro Gagliano, seria assessora de relações parlamentares, com salário de R$7.827, e a filha de João, Ana Martha Silva Falzoni, trabalharia no escritório legislativo de Santo André no cargo de assessora de comunicação, recebendo R$7.787,16.

Procurados pelo jornal, os vereadores preferiram não dar maiores esclarecimentos sobre o caso.


Comente!