Notícias

Dívida com Consórcio bloqueia empréstimo do BID para Santo André

A Prefeitura de Santo André não pôde pedir um empréstimo ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para investir em um projeto viário, pois a STN (Secretaria do Tesouro Nacional) relembrou da dívida de R$8,7 milhões com Consórcio Intermunicipal, contraídas pela Prefeitura entre 2014 e 2016.

O BID precisa da autorização do Tesouro Nacional para fazer a negociação, embora já tenha tomado uma decisão positiva internamente a respeito do caso.

Os projetos da Prefeitura incluem fazer o alteamento da Avenida dos Estados, visando solucionar o problema gerado após a queda da ponte, fazer a segunda alça do Viaduto Antônio Adib Chammas e abrir novos corredores de ônibus.


Comente!