Notícias

Santo André deve ampliar número de residências terapêuticas

A Prefeitura de Santo André irá ampliar a rede de residências terapêuticas no município devido a chegada de 14 novos pacientes psiquiátricos. Santo André conta, atualmente, com 40 moradores distribuídos em cinco unidades.

De acordo com a lei federal de 2001, manicômios não podem mais funcionar, deixando a cargo de cada Prefeitura cuidar dos pacientes naturais da sua cidade. Para manter o atendimento a esses pacientes, a Prefeitura prevê um repasse mensal no valor de R$ 293.750, vindos do convênio com a Associação De Volta para Casa, segundo informações do Repórter Diário.

Além da transferência dos pacientes de Sorocaba para Santo André, o governo pretende localizar familiares dos internos com o intuito de restabelecer o contato.

As unidades de Santo André disponibilizam aos pacientes atividades de terapia ocupacional e ainda ações de geração de renda. O principal objetivo das residências terapêuticas é resgatar a história dos pacientes para que estes tenham mais autonomia em relação a própria vida.


Comente!