Notícias

Moradores de comunidade de Santo André ficam sem atendimento em posto de saúde

Por não terem como comprovar endereço de residência, moradores da comunidade Pernambuco, próximo a Cidade São Jorge, em Santo André, tiveram atendimento negado na unidade de saúde do bairro.

Em entrevista realizada pelo Repórter Diário, Maria Menezes Santos conta que não conseguiu atendimento para sua filha que sofre de epilepsia, além de ser insultada e mal atendida pelos funcionários. Ela relata que não houve sequer orientação de como conseguir consulta em outro local.

Outra moradora precisava realizar seu pré-natal, mas também não foi atendida por falta de comprovante de residência. Ela passou a pegar dois ônibus para chegar ao Hospital da Mulher, onde está realizando o procedimento.

Outros moradores relatam que os agentes de saúde não visitam as casas da comunidade por já possuírem uma cota por funcionários que não podem ser ultrapassadas conforme as diretrizes do Ministério da Saúde. Uma das metas da Administração municipal é a ampliação desse serviço para que mais famílias sejam atendidas.


Comente!