Notícias

Excesso de peso provocou abertura de cratera na Av. dos Estados

A equipe do Departamento de Águas e Energia Elétrica aponta, em avaliação técnica, que o excesso de veículos é fator predominante para a abertura da cratera na margem do Rio Tamanduateí, em Santo André. Segundo o DAEE, o desmoronamento próximo à Universidade Federal do ABC, ocorreu em obra não canalizada do rio.

Um novo projeto vem sendo elaborado pelo Departamento para viabilizar recursos necessários para a intervenção do trecho atingido. Até o momento, não há data de início dos trabalhos e nem previsão de custo.

O valor de R$ 2,5 milhões está sendo investido pelo órgão para o desenvolvimento do projeto de recuperação dos pontos críticos do rio. Cerca de 16 quilômetros devem receber intervenções, mas o DAEE ainda não detalhou quais serão os trechos.


Comente!