Notícias

Segundo Paulo Serra, falta d’água chega ao fim em Santo André

Uma dos principais problemas que a população de Santo André tem enfrentado nos últimos tempos é a falta d’água. E a situação tem sido explorada pelo novo prefeito Paulo Serra, ele prometeu, inclusive, que resolveria a situação dentro de 30 dias a partir de sua posse. Com isso, está solucionado a partir de hoje, o problema de muitos munícipes de Santo André. De acordo com o chefe do Executivo, o feito foi conseguido após intervenções contra perda de água, além de investimento na compra de aparelhos para ampliar o volume do recurso liberado às residências.

Agora a cidade atinge a pressão de 1.350 m³ por segundo, valor necessário para normalizar a chegada do líquido nas torneiras, garante o prefeito. “Quando assumimos, (a pressão) eram 800 m³ por segundo”, lembra Paulo Serra, acrescentando que, no mês passado, já havia sido possível aumentar, passando para 1.100 m³ por segundo.

Para resolver o problema, o prefeito explicou que foi criada comissão em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), na qual técnicos da empresa, junto à equipe do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), identificaram problemas na rede e conseguiram consertar mais de 40 vazamentos.

Serra ainda declarou que a autarquia chegava a receber 300 reclamações de falta d’água por dia e, agora, a média tem sido de dez queixas diárias. “A tendência é que isso fique bem próximo de zero”, projetou.


Comente!