Notícias

Parque Novo Oratório, em Santo André, tem infestação de escorpiões nas residências

Moradores do Parque Novo Oratório, em Santo André, tem visto com frequência muitos escorpiões em uma praça e em um terreno baldio na Rua Jerusalém, alguns chegam a invadir residências próximas a localização.

A praça e o terreno estão tomados por mato alto. Outro problema é o descarte irregular de lixo.

Moradores ainda afirmam que não é a primeira vez que recebem a visita dos aracnídeos. Todos os anos, na temporada de verão, eles aparecem.

Segundo a bióloga da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) Marta Ângela Marcondes, em entrevista ao Diário do Grande ABC, o animal tanto pode sair do entulho quanto do cemitério (o muro do Curuçá é próximo do terreno). “É muito comum ficarem nas madeiras dos caixões. Quando observam um novo local, como o terreno onde podem se reproduzir, acabam migrando.”

A Prefeitura informou que o Departamento de Vigilância à Saúde sabe do problema e monitora o local. Foram encontrados quatro escorpiões da espécie T. bahiensis, que é venenosa. “Serão realizadas técnicas específicas de controle de escorpiões.”

Já o dono do terreno baldio foi notificado pelo departamento de conservação de vias para limpeza do espaço em março do ano passado. O proprietário descumpriu o exigido e foi multado em maio de 2016. Novamente foi notificado para limpeza em novembro do ano passado e multado mais uma vez, agora com o valor dobrado. Na última semana, o proprietário foi notificado novamente para limpeza e também para reconstrução do muro.

Sobre a praça, que está com o mato alto, a Prefeitura afirmou que a limpeza da região está programada para a primeira quinzena de fevereiro.

Sobre o descarte de entulho, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) afirmou que a limpeza ocorre sob demanda, a última ocorreu em 24 de novembro de 2015. Eles afirmam que durante a vistoria realizada pela equipe da autarquia não foram identificados resíduos dispostos incorretamente, apenas mato.

O Semasa ainda destacou que na região da Rua Jerusalém existem quatro estações de coleta, em raio de aproximadamente 2 quilômetros, aptas a receber resíduos recicláveis e entulho. O descarte irregular de resíduos é crime ambiental passível de multa e detenção, quando identificado o infrator.

Fonte: DGABC


Comente!