Notícias

Escolas públicas de Santo André são alvo de vandalismo

Entre 24 de dezembro a 1º de janeiro, escolas públicas de Santo André sofreram ataques de vandalismo. Criminosos aproveitam o período de férias para invadir, roubar materiais e depredar os estabelecimentos.

Nas unidades do CESA (Centro Educacional de Santo André) no Santo Alberto e Parque Erasmo, materiais e equipamentos eletrônicos foram roubados, vidros e grades de proteção estão quebrados e guaritas danificadas.

Frequentadores do CESA contam que a Prefeitura não tomou providências sobre o caso. Já aconteceu até dos funcionários do CESA chamarem a polícia pra ver se resolvia o problema, mas nem ela apareceu.

A unidade da Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Cora Coralina, no Jardim Santo André, está com portas e vidros quebrados, pichações, grades quebradas e os equipamentos também foram furtados. Moradores próximos a escola acreditam que o problema seja reflexo da falta de pagamento dos guardas civis municipais. “Eles não prestam mais serviço nestas unidades por falta de pagamento. Então, quando os criminosos perceberam que não havia mais policiamento começaram a invadir”, afirma um dos moradores.

A Prefeitura esclareceu que o CESA Santo Alberto não foi alvo de vandalismo. No local existem pichações antigas de crianças e adolescentes que entram para usar a piscina, mas as mesmas sempre são orientadas a se retirar do local.

Quanto ao CESA Parque Erasmo, a Prefeitura confirma que computadores foram roubados, vidros e grades de proteção foram danificados; e que a Emeief Cora Coralina também enfrenta problemas. Informa, ainda, que providenciou reparo nos locais.


Comente!